Tu te tornas responsável por aquilo que cultivas
Plantas

Galeria

Dúvidas Respondidas

/ 6
Ficha técnica
Nome popular
samambaia-havaiana
Outros nomes
mini-havaiana, samambaia-crespa, mini-samambaia-havaiana
Categoria
samambaias
Família
Davalliaceae
Gênero
Nephrolepis
Espécie
Nephrolepis exaltata "Marisa"
Origem
híbrido
Tamanho
de 30 a 60 cm
Substrato
composto orgânico e terra
Propagação
por muda e por semente
Iluminação
meia sombra
Rega
muita água
Quando plantar
o ano todo
Floração
sem flor
Perfumada
não
Frutos
não comestíveis
Quem olha uma samambaia não imagina que ela seja quase tão velha quanto os dinossauros. Essa primitiva família de plantas possui uma estrutura muito simples, incapaz de gerar flores ou frutos. Por ser um matusalém da jardinagem, a samambaia vem recebendo há décadas modificações genéticas que a tornam mais exótica e resistente, caso da mini-havaiana.

O gênero Nephrolepis possui cerca de 30 espécies, algumas delas tão comuns que chegam a ser consideradas ervas daninhas, vicejando espontaneamente em qualquer tipo de solo que seja ligeiramente ácido e bastante úmido, de preferência em meia sombra, mas também em condições de sombra ou de sol pleno.

Curiosamente, a samambaia-havaiana, um híbrido da Nephrolepsis exaltata (variedade "Marisa"), acabou se saindo mais popular do que a espécie que lhe deu origem e, hoje, é a samambaia miniatura mais cultivada no Brasil. Como acontece com as plantas dessa família, a havaiana se reproduz por divisão dos rizomas (os “caules peludos”) ou por esporos, aquele pozinho marrom que fica embaixo das folhas: basta que eles caiam em solo bem fofo, úmido e rico em nutrientes, para que produzam mudas.

De porte pequeno e ótima para ambientes internos ou à meia sombra, a samambaia-havaiana deve ser mantida úmida e protegida de correntes de vento. Mantenha o vaso em local ventilado e de alta incidência de luz, mas onde não bata sol direto nas folhas.

Essa espécie reage bem à adubação orgânica: borra de café, saquinhos usados de chá, casca de ovo triturada e outros adubos caseiros podem ser usados uma vez por semana, polvilhados no substrato e regados em seguida. Aqui você encontrará mais dicas para deixá-la bonita com adubos que você mesmo prepara em casa.
Minhas Plantas é um portal de jardinagem com informações simples e práticas para quem gosta de plantas, mas não entende nada de botânica
Nossos canteiros
Nossas sementes
Nossa colheita
  • imprensa (em breve)